cozinha sustentável

6 UTENSÍLIOS DE COZINHA ECO FRIENDLY

Eles não agridem o meio ambiente e resultam em economia no bolso


Gabriella Major | Sep 16, 2020

A cozinha é a parte da nossa casa onde mais geramos resíduos. Saquinhos plásticos, papel filme de PVC, esponjas nada ecológicas e outros utensílios e embalagens descartáveis contribuem para um impacto ambiental gigantesco. Sugestão: fazer trocas simples no dia a dia para diminuir a pegada ecológica no planeta, com o bônus de economizar dinheiro. O que você pode trocar:

Esponja de lavar louça > bucha vegetal: as esponjas tradicionais são produzidas à partir do plástico poliuretano e têm derivados do petróleo e químicos sintéticos, o que as tornam de difícil descarte. Alternativa menos agressiva ao meio ambiente, a bucha vegetal é feita com matéria-prima 100% natural totalmente biodegradável. Na hora do descarte, deve ser cortada em pedacinhos e colocada na composteira ou no saco de resíduos orgânicos.

Saco de lixo > saco de lixo compostável e biodegradável: atualmente, já é encontrado à venda sacos biodegradáveis, mas o preço elevado pode impedir o consumidor de fazer a troca. Uma opção mais econômica e até mais ecológica, é colocar o lixo direto no cesto e, na hora do descarte, despejar em um saco maior, junto como todos os outros resíduos orgânicos da casa. 

Saquinho plástico para alimentos > saquinho de silicone reutilizável: sobrou? guardou! O pensamento está certo, mas não vale usar sacos plásticos ou papel filme de PVC. Lavável e reutilizável, o saquinho de silicone é ótimo para armazenar sobras na geladeira. Existe também tampas de silicone ou embalagens enceradas (veganos, tem cera de abelha!) para embrulhar frutas e legumes. Se preferir não investir em nenhuma das opções anteriores, apenas coloque a comida em um potinho que você já tem em casa.

Filtro de papel para café > filtro de pano: de cafezinho em cafezinho, o lixo vai aumentando. Aposte em um filtro de pano, como as nossas avós (ou bisavós) faziam. Depois de usar, é só lavar com água e sabão e deixar secar até o próximo café. Existe também o filtro de inox reutilizável. É ainda mais simples de higienizar, basta segurar a peça  sob a água corrente e, depois, secar bem. 

Saquinho de chá > infusor de chá: além de ecológico, a segunda opção é muito charmosa – permite você criar um ritual na hora do chá. Sem falar que dá para escolher o tipo de erva que vai ser usada, evitando de fazer um chá com a mistura de aromas e corantes artificiais. Outra possibilidade é fazer  chá direto na chaleira e depois coar. 

Produtos de limpeza tradicionais > produtos de limpeza caseiro: os primeiros costumam ser testados em animais e conter substâncias químicas que agridem a nossa saúde e a do meio ambiente. Você pode experimentar fazer seu próprio produto de limpeza. Aqui no site você encontra DIYs de desinfetantes caseiros, sabão líquido, clareador de roupa à base de limão, laranja com citronela, vinagre e bicarbonato. Ou, então, procure marcas de produtos biodegradáveis e com preocupação sócio-ambiental, ou seja, que gastam menos água, energia e poluem menos durante o processo de produção. 

Galão de água > filtro de água: já passou da hora dos galões de plástico serem substituídos pelos filtros de água. Além de comprometer a qualidade da água que você bebe, os galões têm vida útil curta, não são reaproveitáveis e, mesmo depois de decompostos (o que pode levar décadas), podem deixar micropartículas de plástico no fundo dos oceanos.

O QUE MAIS VOCÊ PODE FAZER 

Separe o lixo orgânico do reciclável. Esta é uma dica simples que muita gente já coloca em prática, mas vale reforçar: na hora do descarte, separe o lixo orgânico (cascas de frutas e legumes, casca de ovo) dos materiais secos e recicláveis (embalagens de plástico, vidro e papelão). Mas antes, tente usar integralmente os alimentos, como cascas, folhas e talos que podem fazer parte de deliciosas receitas. E use os materiais recicláveis para fazer brinquedos, vasos e outras opções a partir da técnica de upcycle

Descarte o óleo de cozinha corretamente. Evite o descarte na pia. O óleo contamina a água e ainda entope as tubulações. Depois de usar, a dica é armazenar em garrafas PET e deixar em um ponto de descarte de óleo em sua cidade. 

Escolha eletrodomésticos com selo. Caso precise adquirir um eletrodoméstico, busque aqueles com selo PROCEL (Programa de Conservação de Energia Elétrica), que certifica os que consomem menos energia. A economia na conta de luz chega a 60%.

Trabalhe o minimalismo. Menos é mais! Antes de adquirir um item para sua cozinha, confira o que você já tem em casa. Caso a compra seja necessária, prefira utensílios (colheres, espatula, escumadeira, bowl) elaborados a partir de materiais 100% recicláveis e/ou biodegradáveis, confeccionados por pequenos artesãos de sua região.