VEGETARIANISMO

30 ALIMENTOS QUE NINGUÉM CONTOU PARA VOCÊ QUE SÃO VEGANOS

Investigamos no supermercado produtos sem ingredientes de origem animal 


Gabriella Major | Nov 13, 2019

A transição para uma alimentação vegetariana estrita costuma deixar muitas pessoas perdidas na escolha dos alimentos, principalmente no caso dos industrializados. Não é de se estranhar – muitos rótulos mais confundem do que ajudam o consumidor. Por isso, fomos ao supermercado para ajudar nessa tarefa.

Selecionamos alguns produtos populares que, apesar de não carregarem a palavra vegano na embalagem, se encaixam numa alimentação sem nada de origem animal. Antes, aviso importante: uma alimentação vegetariana ou vegana deve priorizar comida de verdade (grãos, frutas, castanhas, vegetais frescos). Mas a gente sabe que, por uma questão de praticidade (e prazer, por que não?), alguns itens industrializados acabam entrando no cardápio vez ou outra. Só tome cuidado para dar preferência aos menos processados e, mesmo assim, que eles não sejam regra, mas exceção.  

Mais um alerta: os alimentos que você vai ver aqui são de empresas não veganas (essa era a ideia). Por isso, eles trazem no rótulo a informação “pode conter traços de leite ou ovo” sempre que processados ou manuseados no mesmo local em que são fabricados outros produtos feitos com esses ingredientes. Os veganos que recusam esse tipo de contaminação cruzada, geralmente a maioria, devem redobrar o cuidado na hora de ler o rótulo. Agora, vamos aos itens selecionados. 

Por ser um clássico no café da manhã dos brasileiros, o pão francês foi escolhido para puxar a fila. Também conhecido como pão de sal ou cacetinho em algumas regiões do país, é feito apenas de farinha de trigo, água e fermento. Ou seja, uma receita genuinamente vegana. Mas é sempre bom perguntar para o padeiro se foi acrescentado algum ingrediente diferente. Prefira a versão integral, com mais fibras e nutrientes, hoje facilmente encontrada em padarias e supermercados. 

Ainda na categoria pães e massas permitidas numa dieta vegana: Pão do Forno 100% Integral, Wickbold; Pão de Fôrma Integral Castanha e Quinoa, Taeq; Pão Sírio Pita Bread; Pão de Fôrma Integral 12 Grãos Vitagrão, Pullman; Linha Grãos da Wickbold; Pão Semi Integral Seven Boys; Pão Integral 15 Grãos Panco. Macarrão grano duro das seguintes marcas: Barilla, De Cecco, Divella, Grandur da Piraquê, Piraquê de Semolina e linha de macarrão de arroz, tipo bifum. 

É chegada a hora dos snacks, sem ingredientes de origem animal. Nessa categoria, priorizamos os industrializados encontrados no setor “Integrais/Saudáveis” dos supermercados que apresentam um número reduzido de ingredientes na composição. Vamos lá: Biscoito de Arroz Integral, Camil; Rosquinha de Polvilho, Aminna, Barrinha de Frutas Love, Hart's Natural; Cookie Creme de Avelã Sem Glúten, Monama; Mix de Sementes e Chips de Coco com Chocolate, Monama, Salgadinho Sem Glúten Cebola e Salsa, Belive; Cookie Sem Glúten Double Chocolate, Belive; Canjica de Milho Doce, Okoshi. 

Agora, para relembrar a infância e despertar o lado doce: Paçoca Sem Açúcar, Flormel ou Santa Helena, Paçoquita Cremosa, Santa Helena; Geleia 100% Fruta, QueensBerry; Barra B.eat Banana com Amendoim e Chocolate, Chocolates 53% e 70% Cacau, Arcor; 70% Cacau Lindt; ChocoSoy; Chocolate 50% Cacau, Chocolife; Chocolate Puro Cacau, Only 4; Cacau em pó Mãe Terra, Chocolate em pó 50% Cacau Dois Frades (popularmente conhecido como chocolate do padre).

Lembre-se: ler o rótulo é extremamente importante. De uma hora para outra, algumas marcas podem mudar a composição e até acrescentar ingredientes de origem animal que antes não existiam alí. 

ROLÊ PELAS CULINÁRIAS SÍRIA E BRASILEIRA

As culinárias síria e a do Nordeste brasileiro oferecem várias opções típicas que podem ser tranquilamente consumidas por veganos. A lista da primeira inclui: hommus, falafel e esfiha de verduras (a receita original da massa é vegetariana estrita, mas sempre pergunte ao restaurante sobre os ingredientes usados). Já a brasileira regional, surpreende com cuscuz de flocos de milho, tapioca (cheque o recheio) e quibebe (purê de abóbora). 

Curiosidade: a receita tradicional da massa de empada (típica brasileira) e empanada (típica argentina) é feita com banha de porco.