LEITE VEGETAL

QUE LEITE VEGETAL É MAIS SUSTENTÁVEL?

Se preferir fazer seu leite em casa, veja a nossa receita 


Eliane Contreras | Feb 12, 2020

Uma notícia recente sobre o leite de amêndoa frustrou os consumidores que aderiram ao alimento vegetal, especialmente aqueles que estão preocupados com o impacto que a produção do leite de vaca acarreta ao planeta. O cultivo da amêndoa em grande escala não faz bem para o meio ambiente e é cruel com as abelhas. Apenas no ano passado, 50 bilhões delas foram mortas na Califórnia (EUA), nas plantações comerciais da oleaginosa, para onde são levadas para o trabalho de polinização natural. Mas as abelhas sofrem com a aplicação dos agrotóxicos nas áreas cultivadas e muitas não resistem. A dúvida é: o leite de amêndoa deve ser riscado da lista de compras?  

Existem opções mais sustentáveis. O leite de aveia foi apontado como o principal deles. Em entrevista ao jornal The Guardian, a diretora associada de ciência e tecnologia do Good Food Institute (organização sem fins lucrativos que promove dietas à base de plantas), Liz Specht, afirma que a aveia tem um desempenho muito bom em todas as métricas de sustentabilidade. Já a demanda mundial pelo leite de coco, por exemplo, tem causado exploração de trabalhadores e a destruição das florestas tropicais, em especial nas Filipinas, Indonésia e Índia. Uma saída para o consumidor evitar apoiar práticas não sustentáveis é escolher produtos certificados como comércio justo. 

Mesmo assim, os leites vegetais (qualquer um deles, até mesmo o de amêndoa) são menos prejudiciais ao planeta que o de vaca, de acordo com uma comparação feita no mesmo artigo do The Guardian. A produção do leite de vaca resulta em quase três vezes mais emissões de gases de efeito estufa (os animais arrotam gás metano) que qualquer alternativa vegetal, segundo um estudo de 2018 realizado por pesquisadores da Universidade de Oxford, nos Estados Unidos. Não é só isso. O   consumo de terra, usada para pastagem dos animais, é nove vezes maior. Difícil decidir? Faça seu próprio leite vegetal em casa.

FAÇA EM CASA  

Mesmo que seja só uma vez ou outra, fazer o leite vegetal em casa é mais barato e sustentável, com desperdício zero – dá para usar em outras receitas o resíduo que sobra no coador (tecido fininho) depois do leite coado. Ah, você pode dobrar a receita, congelar e, depois, descongelar o que vai consumir no dia. 

Leite de inhame com castanha-do-pará 

Ingredientes

1 xícara (chá) de inhame cozido (deixe bem macio) e escorrido

1 xícara (chá) de castanha-do-pará demolhada (deixe de mergulhada na água filtrada de véspera, armazenada na geladeira)

De 2 a 3 xícaras (chá) de água quente 

Modo de fazer 

No liquidificador, bata todos os ingredientes até virar uma mistura bem homogênea. Acrescente mais água se desejar um leite mais ralinho. Passe no voal (tecido bem fininho) e esprema bem. Guarde o resíduo que ficar no tecido para acrescentar na massa de um bolo, muffin, pão e panqueca. Distribua o leite em garrafas de vidro esterilizadas, congele e, depois, descongele apenas a quantidade que vai ser usada. Pode ser consumido puro, batido com cacau, café, smoothie, proteína vegetal ou usado em receitas doces e salgadas. Dura três meses no freezer e três dias na geladeira.

Clique aqui e acompanhe o passo a passo de como fazer o leite de inhame e castanha-do-pará (procure uma marca de comércio justo), eleito o mais gostoso e cremoso pela nossa editora Eliane Contreras (@eliane_contreras).